quinta-feira, 21 de outubro de 2010

POESIA // ÉS TU POESIA (MÔNICA PAMPLONA E SÍLVIA MOTA)

POESIA // ÉS TU POESIA
Entrelaçamento poético entre
Sílvia Mota e Mônica Pamplona
Poetas e Escritoras do Amor e da Paz






Revela o céu candente um rasgo de ilusão.
E nasce uma estrela em profusão.
Fulgor em alegria, som luz pela campina,
A iluminar um céu que cintila.
parece em mim buscar repouso e excitação,
E clareia toda a escuridão.
pois dança, rodopia, sossega e me alucina!
Essa estrela que em vida brilha.

Um frasco de perfume aberto à escuridão.
Fragrância a revelar paixão.
Frescor na bela aurora, altiva e sibilina,
Arrepios transpõem nas entrelinhas.
espalha um véu sensual à luz da imensidão,
Entre versos, sonetos, poemas, canção,...
desejo, solidão, rugidos de felina!
Transbordando em todas as rimas.

Fetiche de beleza, um sonho cor de amora.
Inebriante ritmo a consolidar.
Olhar furtivo e ameno invade os horizontes,
Proferido em metáforas exorcizadas,
não sabe o que ambiciona e quer sorrir e chora!
Aclamando o Amor e a Paz!

Escrava alforriada elevo as mãos, esguia.
Convertida em manto a sensualizar.
Abraço-me à pureza ao desnudar-me aos montes
Ternas e doces rimas brotadas
e grito ao coração: Poesia, sou em ti, Poesia!
Traduzida em Poesia para o PEAPAZ.

Um comentário:

  1. Lindo dueto, minha querida. Duas poetisas de peso. bjs e parabéns.

    ResponderExcluir